Soja é produto mais importante do Brasil e rende US$ 40 bilhões em exportações

Cotação de Commodities

Soja é produto mais importante do Brasil e rende US$ 40 bilhões em exportações

Em 2018, setor foi responsável por 17% de todo o valor obtido em 2018 com as vendas ao exterior. Só a China comprou 86% do total de grãos de soja embarcados pelo país

Há tempos se fala no Brasil que o ciclo atual é o da soja, assim como já tivemos do ouro e outros produtos. O grão que já o queridinho dos produtores rurais, devido a rentabilidade, também é fundamental para manter a balança comercial brasileira no azul. O setor responde atualmente por 17% do total de US$ 239,5 bilhões obtidos com exportações em 2018, ou seja, US$ 40,9 bilhões só com óleo, farelo e grãos da oleaginosa.

Os dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), mostram que estes US$ 40 bilhões de 2018, representam um incremento de 29,6% do total vendido ao exterior em 2017 (US$ 31,603 bilhões).

Em quantidade, os números também são maiores que os previstos inicialmente por consultorias brasileiras, já que no acumulado de janeiro a dezembro somaram 102 milhões de toneladas, alta de 22% ante o ano anterior (83,5 milhões de toneladas). Só por curiosidade, o total embarcado em 2018 representa, nada mais nada menos, que quase 86% do que o país colheu de soja no ano (119,2 milhões de toneladas).

“A soja é o carro chefe das exportações e sabemos que ela puxa a balança comercial para o lado positivo. É importante continuar a produzir para manter o Brasil nos trilhos. Com esse novo governo a expectativa é grande, principalmente no que tange a ampliação e consolidação dos mercados”, afirma o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz.

Para ele, o novo governo só tem a agregar para o setor, que seguirá firme com o objetivo de produzir mais e melhor. “Lembrando que é a soja que desenvolve os estados, os municípios e o país. Por isso, mesmo com essa adversidade climática, tenho certeza que nosso setor seguirá crescendo com pesquisa e muito trabalho.

 

Fonte: Projeto Soja Brasil

Cotação de Commodities