Algodão Algodão

Algodão

O algodão é uma das culturas mais antigas produzidas pelo homem. Há registros do seu cultivo na Índia e no sul da Arábia desde o século VII AC. A introdução do algodão na cultura ocidental se deu no período das Cruzadas e aos poucos a Europa adotou o cultivo. No século XVIII com as novas máquinas de fiação e tecelagem permitiram que seu uso se difundisse pela população. No Brasil a produção comercial do algodão começou nos estados da Região Nordeste e o primeiro grande produtor foi o Maranhão que, em 1760, exportou para a Europa as primeiras sacas do produto. Nos últimos anos o Brasil tem se mantido entre os cinco maiores produtores mundiais ao lado de países como a China, Índia, EUA e Paquistão.

A otimização do uso do solo e a constante melhoria nos pacotes tecnológicos permitiram o crescimento da oferta de algodão mesmo com a diminuição das áreas plantadas. Em 1976 eram 4,09 milhões de hectare plantados e 586 toneladas produzidas. Em 2015 foram 960 mil hectares e produção de 1.441,1 toneladas colhidas. A balança comercial da safra de 2016/17 aponta que foram movimentados cerca de U$ 966,5 milhões em exportação de algodão.

Modo de usar

A adubação de semeadura, as dosagens de N, P2O5 e K2O, indicadas na tabela a seguir, em função da expectativa de rendimento e da interpretação da análise do solo.

Tabela
Tabela